Prótese total do ombro

Prótese total do ombro

O ombro é uma articulação do corpo altamente móvel que permite vários movimentos do braço. É uma articulação esférica, onde a cabeça do úmero (osso do braço) articula-se com a cavidade da escápula chamada glenoide. As duas superfícies articulares dos ossos são cobertas com cartilagem, o que evita o atrito entre os ossos em movimento. A cartilagem é lubrificada pelo líquido sinovial. O desgaste desta cartilagem é chamado do artrose.

Indicações

A cirurgia total de substituição da articulação do ombro é indicada para condições como osteoartrite/osteoartrose ou artrite reumatóide quando medicação, injeções, fisioterapia e alterações na atividade não ajudam a aliviar a dor. Recomenda-se cirurgia quando você tem os seguintes sintomas:

 

  • Dor no ombro grave que restringe as atividades diárias

  • Dor moderada a grave durante o repouso

  • Fraqueza e / ou perda de movimento

 

Diagnóstico

Para decidir se a prótese total do ombro é uma boa opção para você, o cirurgião avaliará sua condição completamente.

Seu histórico médico e um exame físico do ombro ajuda a avaliar a extensão da mobilidade e dor. Testes de imagem, como raio-X ou ressonância magnética são importantes.

Procedimento

A cirurgia é realizada sob anestesia local ou geral. Uma incisão é feita sobre o ombro afetado e os músculos subjacentes são separados para expor a articulação do ombro.

O osso do braço (úmero) é separado da cavidade glenóide do osso do ombro. As partes articulares são substituídas por partes da prótese, então a cápsula articular é suturada.

Cuidados pós-operatórios

Após a cirurgia, medicamentos para dor e antibióticos são prescritos para controlar a dor e prevenir a infecção. Seu braço será imobilizado por uma tipóia. O programa de reabilitação inclui fisioterapia, que é iniciada logo após a cirurgia e é muito importante fortalecer e proporcionar mobilidade ao ombro. Você pode realizar atividades diárias suaves de duas a seis semanas após a cirurgia.

Risco e complicações

Tal como acontece com qualquer cirurgia grande, pode haver riscos potenciais envolvidos:

  • Complicações anestésicas como náuseas, tonturas e vômitos

  • Infecção da ferida

  • Luxação da prótese, exigindo cirurgia

  • Dano aos vasos sanguíneos, nervos ou músculos

  • Falha na melhora da dor

  • Embolia pulmonar

  • Desgaste da prótese

Faça o agendamento da consulta.

Clínica Pólus 

  • Instagram ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Facebook ícone social

As informações desse site tem objetivo puramente informativo e não isenta a necessidade de consulta a profissional capacitado e habilitado.